Ubatuba, caminho alternativo

Por Marcos em 3 de agosto de 2016
Marco da Estrada Real

Um caminho diferente, cheio de paisagens deslumbrantes e bem perto de São Paulo. Vale a pena conhecer esta aventura…

Moramos no interior de São Paulo e quando queremos ir à praia em viagens curtas nossa preferência é pela cidade de Ubatuba, relativamente perto, possui praias limpas e bonitas. Uma viagem de Mogi Mirim a Ubatuba tem uns 320 km de estrada e umas 3 horas e meia, indo tranquilo, com pistas duplas na maior parte do trajeto. O caminho é tão sossegado e conhecido que as vezes enjoa.. rs.

Em Julho novamente resolvemos ir à praia, sim, praia com frio..rs apenas para relaxar, baixar o stress do dia-a-dia e ouvir o som do mar. Mas desta feita resolvemos mudar o caminho. Mogi Mirim é uma cidade muito próxima ao sul de Minas Gerais, e como todos sabem o que mais tem em Minas, depois de mineiros são montanhas, então sempre é garantia de lindas paisagens.

Saímos cedo e fomos pela rodovia SP 147 até Itapira, lá pegamos a SP 360, que após a divisa vira MG 459 sentido Pouso Alegre. Já de cara a estrada revela paisagens que merecem foto e a sucessão de cidades ao longo da rodovia também merecem uma paradinha. A primeira delas é Jacutinga, já em território mineiro a cidade é famosa pelas lojas e fábricas de malhas. Cidade pequena, limpa, organizada que tem boa estrutura para receber o turista, turistas estes que movimentam a cidade de segunda a segunda em busca de malhas. Para quem não sabe Jacutinga é uma ave que vivia em grandes quantidades por esta região… porém o progresso, sempre ele.. diminuiu a população.

Portal de Jacutinga

Seguindo nossa viagem a próxima cidade, não menos famosa é Ouro Fino, conhecida pela letra da música interpretada por Sergio Reis, O Menino da Porteira, que rendeu uma estátua na entrada da cidade. Ouro Fino é também uma cidade histórica, com ruas em calçamento antigo e casarões coloniais, da rodovia você tem uma visão privilegiada da cidade. Vale uma visita. Falando em menino da porteira a estátua tem 10 metros de altura e 10 toneladas de peso. A origem do nome da cidade tem relação com a época da extração de ouro no período colonial.

Menino da Porteira

No caminho encontramos mais uma pequena cidade, Inconfidentes, que ganhou este nome em homenagem aos heróis da Inconfidência Mineira, sendo um deles fazendeiro daquela região. Cidade bem pequena sem muitos atrativos turísticos, mas se tiver tempo, passe lá, conhecimento nunca é demais. A próxima cidade é Borda da Mata, também famosa pelas fábricas de pijama, embora nesta última passagem vi muita loja e fábrica de lingerie e pouca de pijama, acho que lingerie vende mais. Borda da Mata também não é muito grande, mas está em circuito histórico, assim também vale uma visita.

Portal de Borda da Mata

Continuando o caminho temos Pouso Alegre, importante cidade mineira, bem industrializada e polo regional, apenas passamos por ela para encontrara BR 459, que nos leva até Itajubá. Mais duas cidades no caminho que não paramos, Santa Rita do Sapucai, que já foi um polo da industria eletronica, e Piranguinho a capital do Pé de Moleque. Se você gosta deste doce é lá que você encontra os melhores, pode ter certeza.

Em Itajubá continuamos na BR 459, que se encontra com a BR 383, estas já são parte da Estrada Real, e este era nosso objetivo, fazer a parte final de Estrada Real Velha, e começamos bem pois este trecho de Serra da Mantiqueira, além de um asfalto perfeito paisagens magníficas.

BR 459

A BR 459 de Itajubá até Piquete é toda de serra, não tem muito movimento então você pode curtir muito o visual, de vidro aberto e vento na cara, a sucessão de paisagens é demais…

Passando a divisa de Minas e São Paulo logo começamos a descer e novamente parada para novas fotos, uma que nos intrigou bastante foi esta abaixo, uma arvore metade seca e metade verde e uma menor que nasceu no topo da pedra com as mesmas características, metade verde, metade seca… estranho, muito estranho…

Arvore na pedra

descida da serra com destino a Lorena..

Chegando a Lorena pegamos a Via Dutra, BR 116 com destino a Guaratinguetá. Saída 65, faz a rotatória a esquerda e retorna a BR 459 que neste trecho também se chama SP 171, é a continuação da Estrada Real Velha e vamos sentido Cunha. Falar do visual da estrada é covardia de tão bonita que é…

Na parte mais plana da rodovia de acesso a Cunha, como disse, o asfalto é muito bom e tem acostamento, então tirar fotos fica fácil, porém como podem ver acima na região de serra não há acostamentos então fotos passa a ser uma tarefa mais difícil, uma pena pois as paisagens são muito bonitas e não se vê mirante algum ou lugar para parar e desfrutar da vista.

Mais para o topo da serra, ainda na cidade de Cunha encontramos esta cachoeira que se chama Cachoeira do Mato Limpo, não tem jeito ali tem que parar, fotografar, por os pés na água, relaxar, enfim sentir tudo que a natureza te oferece de graça…

https://www.youtube.com/embed/q2Oi_oMfkYg

Sempre viajamos, eu por necessidade profissional e nós por lazer mesmo. Blogs e sites com dicas de viagens fazem parte de minha leitura e tem ajudado bastante, até por isto que decidimos fazer este para retribuir tudo o que nos foi oferecido sem custo. Em um destes blogs que infelizmente não vou me recordar o nome li a respeito das condições da descida da Estrada Real Velha até Paraty, e isto me motivou a escolher este caminho para ir a Ubatuba desta vez, ou seja estou de fato aqui dizendo e atestando o quanto este e todos os outros blogs e sites de viagem podem ajudar outros aventureiros… mas voltando… saímos da cachoeira e seguimos nosso rumo a Paraty, a estrada vai ficando cada vez mais bela e pedindo mais atenção porque a falta de acostamento continua e vai nos acompanhar até a chegada em Paraty.

Em um destes blogs li que a estrada tinha passado por melhorias e já era possível transitar com veículos comum sem ser 4×4. Fui conferir.

O início da descida esta de fato fantástico e realmente espero que façam isto com a descida da serra toda. Muito bem calçada e com um cuidado paisagístico digno de nota..

A velocidade está limitada, em alguns trechos existe telas para que os animais silvestres não atravessem a pista e corram riscos, pergolados, enfim, tudo muito bonito e bem feito..mas para variar vimos latas de cerveja, pacotes de salgadinho e outros detritos mais que algumas pessoas insistem em jogar pela janela do carro.. é .. infelizmente educação, cultura e cidadania não é algo comum a todos.. fazer o que…

Mas ela ainda está em construção e alguns trechos mais próximos a Paraty estão bastante ruins, abismos laterais e não tem nenhuma defensa, carros comum passam sem problemas. O perigo é que alguns motoristas metidos a superman sobem a serra com velocidade incompátivel com o local, ela é estreita e em alguns lugares vai passar um único veículo por vez. Tenha atenção e cuidado que tudo vai bem..

https://www.youtube.com/watch?v=jmyAkkb-Ux0

No video acima você tem uma ideia de como está a parte não reformada da Estrada Real Velha, com chuva multiplique por 5 os cuidados para descer, mas é recompensador..

No final da serra, já em Paraty paramos para um lanche que era para ser rápido, no Restaurante Shambhalla, bonito, de bom gosto, atendimento ótimo e preços razoáveis. O restaurante está localizado ao pé de um morro. Tem uma parte interna em estilo rústico e uma área externa, que ficamos. O espaço é amplo, um gramado impecável e saindo deste ” átrio ” de grama tem uma trilha que vai ao topo do morro e de lá você tem uma vista legal da baía de Paraty…

A subida da trilha é bem tranquila, não precisa de grandes preparos físicos, cansa um pouco mas dá pra ir de boa… com chuva ou se choveu recentemente aí fica difícil. Cuidado se tiver com crianças.

Lanchamos, perdemos calorias, descansamos e partimos rumo a Ubatuba. BR 101 sentido Sul para completar a viagem..

Divisa de estados Rio de Janeiro São Paulo e seguindo para Ubatuba, mais uns 80 km pela frente com o mar de companhia. Chegamos em Ubatuba após as 17:00 hrs, 10 horas depois de sair de casa e 580 km rodados só de ida. E quer saber? Foi ótimo. Faria tudo de novo e agora!

Merecida
IMG_1796
IMG_1821
IMG_1819

 

 

 

Deixe um comentário!